Facebook
13/05/2024 - 10h54m

REUNIÃO

SSP e Telebras iniciam tratativas para implantação de videomonitoramento no interior do Tocantins

Por Bico 24 Horas

Na próxima reunião, diretores vão apresentar alternativas técnicas e de sistemas operacionais.

Reunião aconteceu na última quinta-feira, 9, na sede da Telebras em Brasília (Foto: Vinícius Santa Rosa/Governo do Tocantins)

O secretário de Segurança Pública do Tocantins, Wlademir Mota Oliveira, se reuniu na última quinta-feira, 9, em Brasília (DF), com a diretoria técnica da Telebras para discutir a implantação de um programa de videomonitoramento nos municípios do interior do Estado do Tocantins. Ele foi recebido pelo diretor comercial da empresa, Levy Figueiredo, pelo diretor técnico-operacional, Mauro Luiz Scheufler, e pelo diretor de governança da empresa, Wallyson Lemos Reis de Oliveira, que apresentaram um painel com os projetos e tecnologias mais inovadores de videomonitoramento em uso no Brasil e no mundo.

Wlademir Mota Oliveira disse que há muitas questões preocupantes na área da segurança pública no Tocantins, e citou o Novo Cangaço como um problema a ser combatido com o uso da inteligência. Ele citou a necessidade de fazer no Estado um “cercamento eletrônico” para monitorar todas as regiões por meio da instalação de câmeras inteligentes em pontos estratégicos, com reconhecimento facial e outros recursos modernos para prevenir, principalmente, a ação do crime organizado.

O Tocantins é um estado muito grande, mas com pouca densidade demográfica. A segurança pública não tem olhos em todo lugar, e isso dificulta as ações das forças de segurança. Com o uso da tecnologia, é possível potencializar inclusive os recursos humanos”, afirmou.

O mais preocupante é que os grupos criminosos estão usando a tecnologia para praticar seus crimes, enquanto o Estado ainda carece de um sistema que converse com outros organismos nacionais de segurança pública. O Tocantins já está implantando o Sistema ABIS (Sistema Automatizado de Identificação Biométrica), que irá agilizar as perícias e melhorar as investigações criminais, mas é necessário um investimento ainda maior para prover mais segurança ao cidadão”, complementou.

Entre as ideias discutidas na reunião está a possibilidade de transformação do Projeto Cidade da Polícia, em Palmas, em Cidade Inteligente. Como essa foi a primeira reunião para discutir o assunto, o diretor comercial Levy Figueiredo comprometeu-se a fazer uma grande reunião de apresentação ao próprio governador Wanderlei Barbosa e a outras autoridades do Tocantins, em Palmas ou em Brasília, para mostrar todas as alternativas técnicas e de sistemas operacionais para implantação de um sistema de videomonitoramento.

Acompanharam o secretário Wlademir, o superintendente de Inteligência e Estratégia, Emerson Francisco Moura, e o corregedor-geral da Segurança Pública, Wanderson Chaves de Queiroz.

Secretário Wlademir Mota Oliveira falou da necessidade em investir em mais tecnologia para reforçar a segurança no Estado (Foto: Vinícius Santa Rosa/Governo do Tocantins)

Deixe seu comentário:

BRK Campanha: Sites Tocantins 2024 - JANEIROClésioAvecomGPS