Facebook
11/05/2024 - 06h55m

HOSPITAL REGIONAL DE AUGUSTINÓPOLIS

HRAUG alinha fluxo de consultas oftalmológicas para pacientes do município de Araguatins

Por Bico 24 Horas

O encontro promovido pelo Hospital Regional de Augustinópolis, debateu como será a assistência a possíveis casos da Doença Ocular de Etiologia Desconhecida.

O encontro debateu como será a assistência a possíveis casos da Doença Ocular de Etiologia Desconhecida em Araguatins

Para garantir uma melhor assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) tocantinense, o Hospital Regional de Augustinópolis (HRAUG) promoveu na quarta-feira, 08, uma reunião de alinhamento com representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Araguatins. O encontro teve como foco principal, o reestabelecimento do atendimento oftalmológico a pacientes suspeitos da Doença Ocular de Etiologia Desconhecida (DOED), ofertando assim, o diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos casos confirmados.

Além disso, os presentes também abordaram as dificuldades encontradas desde o surgimento dos primeiros casos até os dias atuais, com resgate do número de casos ao longo da história, com foco em soluções possíveis para sanar as dificuldades verificadas nos últimos anos.

Estou confiante nos novos rumos que a assistência aos casos de DOED vai tomar. Temos profissionais engajados, de alta competência, com vasta experiência no diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos casos tanto na esfera Estadual, como na esfera municipal. O que faltava de fato era esse momento de alinhamento para o sucesso nas ações” disse a enfermeira do HRAUG, Márcia Boldrin.

De acordo com o responsável pela Epidemiologia do Município de Araguatins, José Hélio Silva Gonçalves, “a Assessoria Técnica Estadual das Doenças de Veiculação Hídricae Alimentar foi oportuna e essencial para o restabelecimento do fluxo e vigilância dos casos da DOED, principalmente no sentido de garantir o monitoramento de casos, para subsidiar as ações de vigilância e educação em saúde. As equipes de Estratégia de Saúde da Família serão a principal porta de entrada de casos suspeitos, que irão dar assistência e encaminhar a referência oftalmológica no Hospital Regional de Augustinópolis”.

Vale a pena ressaltar que os pacientes que são atendidos pelo sistema de saúde pública, estão sendo diagnosticados e tratados oportunamente e sem seqüelas oculares. Para, além disso, o cenário atual não indica qualquer proibição de uso ou atividade no Rio Araguaia nas margens que compreende a orla de Araguatins”, pontuou José Hélio.

Doença Ocular de Etiologia Desconhecida (DOED)

A DOED caracteriza-se pelo aparecimento de lesões oculares, associadas ao banho e mergulho (com os olhos abertos - proporcionando o contato da água com a mucosa ocular) na margem direita do Rio Araguaia, mais especificamente nos municípios de Araguatins e Esperantina. O surgimento dos casos parece estar associado ao período de estiagem, quando as águas do Rio Araguaia baixam e as espículas silicosas de esponjas (CAUXI) ficam suspensas na água.

Deixe seu comentário:

BRK Campanha: Sites Tocantins 2024 - JUNHOClésioAvecomGPS