Facebook
15/05/2018 - 18h04m

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR 2018

Amashta tem candidatura ao governo do estado negada pelo TRE

TRE barra candidatura de Amastha

A candidatura de Carlos Amashta (PSB) ao governo do estado na eleição suplementar foi negada na tarde desta terça-feira, 15, pelo Tribunal Regional Eleitoral. Para os juízes, o político não se enquadra no prazo de desincompatibilização de cargos públicos determinado pela Constituição Federal.

Amastha ficou na Prefeitura de Palmas até 3 de abril de 2018. Porém, a lei determina que para concorrer a outros cargos eletivos seria necessário renunciar pelo menos seis meses antes da votação. A eleição está marcada 3 de junho.

Os juízes discordaram sobre a desincompatibilização por se tratar de uma eleição suplementar após a cassação de Marcelo Miranda. Mas o TRE negou o registro de candidatura por 5 votos a 1.

Amastha pode recorrer da decisão e o caso ainda deverá ser analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Deixe seu comentário:

WRGpsFarcomVereador Professor Júnior GeoGPS GANHADORESSucesso FMGPS PORTUGUÊSBAU(REDE SOCIAL - PORTAL MUSIC)GPSWELLBlog do Felipe de Sá