Facebook
02/07/2019 - 15h48m

AGRICULTURA

Seagro conclui processo de compra e instalação de equipamentos de matadouros frigoríficos que está sendo construído em Ananás e em mais seis municípios do TO

Redação

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) recebeu nesta terça-feira, 2, da Secretaria da Fazenda (Sefaz) o processo para o prosseguimento da licitação com as empresas vencedoras do certame para aquisição e instalação de equipamentos dos matadouros frigoríficos, que está sendo construído pelo Governo do Tocantins em Ananás e em mais seis municípios do Tocantins. Agora o trâmite segue para adjudicação e a homologação da Seagro executora da ação.

Antiga reivindicação dos moradores daquelas regiões, os matadouros frigoríficos vão garantir segurança alimentar eliminando o abate clandestino, prática ainda utilizada em vários municípios tocantinenses. Cada unidade terá capacidade para abater até 50 cabeças de bovinos por dia e estão sendo construídos nos municípios de Ananás, Arapoema, Araguanã, Campos Lindos, Novo Acordo, Ponte Alta do Bom Jesus e Wanderlândia.

Para o secretário da Seagro César Halum, “os frigoríficos vão contribuir com o desenvolvimento rural incluindo agricultores familiares no processo produtivo sustentável, visando gerar emprego e renda nas unidades de economia de base familiar, reduzindo o êxodo rural e a pobreza no campo”, destacou.

O resultado com os nomes das vencedoras do certame licitatório foi publicado no Diário Oficial do Estado quinta-feira, 27. As empresas: ECAA Indústria e Comércio LGA Máquinas e Equipamentos Industriais EIRIELE e Refrigeração Moreira venceram o certame. O valor para aquisição e instalação dos equipamentos é de R$ 5,4 milhões. A previsão de entrega dos equipamentos instalados nos frigoríficos é até dezembro deste ano.

Projeto

Os recursos para construção dos matadouros frigoríficos na ordem de R$ 18 milhões, são provenientes do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), na modalidade infraestrutura e cadeias de produção com financiamento do Banco Mundial.

Esta modalidade do PDRIS é executada pelo Governo do Tocantins, por meio das secretarias da Fazenda, Infraestrutura, Cidade e Habitação e Seagro.

A Seagro vai relicitar em breve a construção do matadouro frigorífico em Barrolândia em função de cancelamento do contrato a pedido da empresa Nasa Construtora, licitada para a execução da obra.

Deixe seu comentário:


senacGPSWRFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoWELLBlog do Felipe de Sá