ENERGISA campanha : WEB BANNER -PRESENÇA DIGITAL - PREMIO IASC
Facebook
25/02/2019 - 11h00m

OBRAS DO GOVERNO DO TO

Governo Carlesse vai recuperar 136 km de rodovias da região central do Estado

Luiz Pires

Execução das obras aguarda liberação de recursos do Banco Mundial, contemplando a TO-080, TO-070,  TO-255 e TO-141

O Governo do Estado já está com tudo pronto, aguardando apenas o sinal verde do Banco Mundial, para iniciar a recuperação do pavimento, dos dispositivos de drenagem superficial e de grota e dos dispositivos de sinalização das rodovias TO-080, de Palmas a Paraíso (61 km); TO-070, de Porto Nacional (Pinheirópolis) a Brejinho de Nazaré (35 km); e TO-255, de Monte do Carmo a Porto Nacional (40 km).

As obras são integrantes do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), financiado pelo Banco Mundial. O custo total dos serviços, que prevê a recuperação do passivo e manutenção de rotina, é de R$ 66.518.259,34. Quem venceu a licitação foi o Consórcio Crema Paraíso.

Palmeirópolis/Divisa TO-GO

Também faz parte da próxima etapa do PDRIS a pavimentação do trecho Palmeirópolis/Divisa TO-GO, com 26,25 km, da rodovia TO-141. O custo da obra é de R$ 24.094.055,25. O Consórcio Caiapó/Milão/DBO foi o vencedor da licitação e o prazo para construção da obra é de 540 dias. A pavimentação será feita obedecendo as Especificações Técnicas Ambientais e Sociais (Etas) e o Plano de Controle Ambiental e Social (PCAS).

Vicinais

Serão construídas na nova fase do projeto 168 pontes, bueiros e galerias de concreto em estradas vicinais nas regionais de Palmas/Porto Nacional e Araguaína/Xambioá, e nas áreas indígenas da Ilha do Bananal e Xambioá. Especificamente, 57 bueiros tubulares, 78 bueiros celulares e 33 pontes.

Restauração, Conservação e Sinalização

Prevista também a conservação, recuperação e manutenção de 411,80 km de eixos rodoviários no Contrato de Restauração e Manutenção em Rodovias (Crema 2). No Crema 1 foi feita a manutenção de 1.558 km de eixos rodoviários.

Ainda constam da última fase do PDRIS sinalização rodoviária (horizontal/vertical) de 561,84 km; elaboração de projetos de 20 pontos críticos – pontes e bueiros celulares (inclusive a ponte sobre o Rio Manoel Alves  na reserva Apinajé, com cerca de 150 m; elaboração de projetos de 15 voçorocas em rodovias estaduais pavimentadas (inclusive o trecho urbano Araguaína/Filadélfia; aquisição de balanças rodoviária; reforma de quatro Residências Rodoviária da Ageto; e o projeto piloto de travessia urbana no povoado Grotão, em Axixá.

Deixe seu comentário:

GPSWRFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoWELLBlog do Felipe de Sá