CAMPANHA BOLETO BANCÁRIO
Facebook
25/04/2019 - 19h30m

3 MESES DEPOIS

Corpo de homem enterrado como indigente em Angico será exumado para identificação

Corpo em decomposição foi enterrado em janeiro deste ano

O corpo de um homem enterrado como indigente em Angico, será exumado nesta sexta-feira (26). Luciana Oliveira de Sousa acredita que o corpo é do irmão dela, Jessivaldo Fernandes de Sousa, 29 anos. Em janeiro deste ano o corpo foi encontrado em estado de decomposição na zona rural da cidade. Segundo a Polícia Civil, além da identificação, exames vão apontar a causa da morte.

Três meses após o corpo ser enterrado, os parentes conseguiram autorização para a exumação. Agora eles querem entender porque o corpo foi enterrado um dia depois de ter sido encontrado. "Não esperaram nem a família procurar", reclamou Luciana.

Segundo Luciana, o homem morava em Luzinópolis e saiu de casa numa quarta-feira com um amigo. Ele disse aos parentes que faria um serviço fora, mas retornaria no outro dia. "Ele tinha costume de dormir fora. Quando foi sábado, 22 de janeiro, foi encontrado um corpo já em decomposição. Ele estava sem documento", disse.

A mulher disse que os parentes descobriram dois dias depois que o corpo podia ser do irmão. "Reconheci pelos pertences. O IML não retirou amostra. Só tirou foto e guardou os pertences", reclamou. (G1)

Deixe seu comentário:

1 Comentário(s)

  • Wilson Pereira Castro | 25/04/2019 | 20:53 Nesse caso o IML, errou feio!
GPSWRFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoWELLBlog do Felipe de Sá