campanha: NOVO JEITO DE FAZER
Facebook
30/09/2017 - 20h59m

POLÍCIA

Polícia Civil prende, em Araguatins, suspeito de homicídio praticado no Estado do Ceará

Rogério de Oliveira

Na tarde desta sexta-feira, 29, uma operação conjunta realizada pelas Polícias Civis do Tocantins e do Ceará, denominada; “O tempo não para”, resultou nas prisões de Francisco Edelton dos Santos e Francisco Gledston Ferreira dos Santos, vulgo “Gledinho”. Ambos são suspeitos pelo homicídio qualificado que vitimou Antônio José de Macedo, (Antônio Cazuza), crime ocorrido, em 19 de janeiro de 2012, na cidade de Aurora–CE e foram capturados, mediante o cumprimento de mandados de prisão, expedidos pela Justiça do Ceará.

Conforme apontaram as investigações da Polícia Civil, a morte da vítima foi ordenada por Francisco Edelton, residente na cidade de Aurora-CE e executada, a tiros, por seu filho, Francisco Gledston. Ainda, de acordo com as investigações, após a consumação do homicídio, o qual foi motivado por desavenças políticas, Gleidinho se evadiu da cidade cearense e se refugiou no Tocantins, onde passou a residir no povoado Macaúba, onde foi preso.

Francisco Gledston

Segundo o Delegado de Polícia, Thyago Bustorff, responsável pela operação que resultou na prisão de Gleidinho no Estado do Tocantins, após tomar conhecimento do mandado de prisão em aberto, uma equipe da 10ª Delegacia Regional de Araguatins foi mobilizada na tentativa de localizar o paradeiro do suposto autor do homicídio.

Francisco Edelton

Poucas horas depois, os policiais capturaram Gledinho no mesmo momento em que  seu pai, Francisco Edelton, era preso, no Estado do Ceará. Ainda, segundo a autoridade policial, Francisco Gledston foi preso, quando se encontrava em sua residência e não esboçou qualquer reação à ação policial.

Após os procedimentos legais cabíveis, o indivíduo foi recolhido à carceragem da Cadeia Pública de Araguatins, onde deverá permanecer à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Aurora–CE, município para onde deverá ser recambiado a fim de que responda pelo crime que lhe é imputado. 

Deixe seu comentário:

jrFesta Augustinópolisrocha alGPSarmazém paraíbavalériaBAUSucesso FMDudu a Fora