Facebook
07/05/2017 - 11h15m

CONFLITO NO CAMPO

Corpo de trabalhador rural assassinado em Eldorado dos Carajás-PA, tinha traços de tortura, diz IML

Polícia investiga morte de trabalhador rural no sudeste do Pará

Após perícia ao corpo do trabalhador rural Etevaldo Soares Costa, o Instituto Médico Legal de Marabá (IML) constatou marcas de tortura no corpo da vítima. Etevaldo foi assassinado na última quinta-feira, 4, aos fundos da fazenda Serra Norte, em Eldorado dos Carajás, no sudeste do Pará.

“Havia perfurações possivelmente de espingarda e houve amputação dos dedos com instrumento cortante”, afirmou Augusto Andrade, regente regional do IML.

De acordo com as investigações da Polícia, o tiroteio aconteceu em uma área próxima aos fundos da fazenda Serra Norte. Cinco trabalhadores rurais estavam no local. Dos quatro que conseguiram fugir, dois ficaram feridos. Etevaldo foi atingido fatalmente e o corpo foi encontrando a cinco quilômetros da fazenda, na estrada da Pedra Furada.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Conflitos Agrários e os sobreviventes devem prestar depoimento neste domingo, 7. Já os funcionários da fazenda devem ser ouvidos na segunda-feira, 8. Dois veículos da fazenda Serra Norte foram encaminhados para perícia, em Marabá. A polícia quer saber se os carros foram utilizados para transportar o corpo da vítima para o local onde foi encontrado.

"Uma situação de bastante tensão e ai tivemos este fato agora para apurar e verificar em que realmente condições se deu a morte do Etevaldo", disse Alexandre Silva, delegado de Polícia Civil.

Os trabalhadores rurais que sofreram o atentado estão acampados na fazenda Serra Norte desde agosto de 2016. Com a morte de Etevaldo Soares, o número de vítimas em área de conflito aumento para sete em menos de uma semana. (G1)

Deixe seu comentário:

Vereador Professor Júnior GeoRocha Natal2000 Locações e Transportesrocha al(REDE SOCIAL - PORTAL MUSIC)GPSBAUvalériaSucesso FMBlog do Felipe de Sáarmazém paraíbaDudu a Fora