ENERGISA campanha : WEB BANNER -PRESENÇA DIGITAL - PREMIO IASC
Facebook
02/01/2019 - 11h44m

UFT

TOCANTINÓPOLIS: Programa Mais Vida define estratégias e ações para 2019

Redação

Reunião do Programa Mais Vida define estratégias e ações para 2019

O Programa Mais Vida promoveu, no último dia 18 de dezembro, uma reunião para apresentar os dados primários da pesquisa de caracterização institucional realizada na UFT de Tocantinópolis, e nos demais câmpus da universidade. A pesquisa foi realizada nos últimos três meses pelos professores Carlos Mendes Rosa, José Fernando Patiño, membros do comitê gestor do programa, e por seis bolsistas acadêmicos de Psicologia.

A reunião foi realizada em três momentos distintos. Inicialmente foram apresentado os dados da pesquisa, depois os presentes fizeram suas considerações sobre os resultados da pesquisa. Por fim, se organizou uma roda de conversa e a equipe propôs algumas atividades para Programa em 2019, compreendidas em estratégias diversas.

O Programa Mais Vida constará nas diretrizes orçamentárias da Universidade Federal do Tocantins com um aporte de R$ 50 mil para 2019 e duas vagas de estágio remunerado.

Conheça algumas das estratégias decididas na reunião:

Estratégias e ações do Programa Mais Vida para 2019

Estratégias voltadas para a promoção de saúde e qualidade de vida do acadêmico, por meio da extensão universitária:

  • Ampliar ações esportivas e de Cultura nos sete câmpus.
  • Criação de espaços de interação social mais humanizados nos sete câmpus.

Estratégias em diferentes níveis de prevenção:

  • Trabalhar pela implementação do Projeto Guardiões na UFT, que visa treinar acadêmicos e servidores para identificar casos de possível ideação suicida, encaminhando-os para os Núcleos de Assistência Estudantil (NAE’s).
  • Reforçar a estrutura e qualificação dos Núcleos de Assistência Estudantil (NAE’s).
  • Fomentar e valorizar rituais universitários de forma a promover inclusão e sentimento de pertença na comunidade acadêmica.
  • Disponibilizar informações sobre diferentes modos de acolhimento e intervenção em situações de crise.
  • Realizar um grande evento do Programa Mais Vida, convidando palestrantes externos. Nesse evento serão pensados dois momentos distintos onde o primeiro será voltado para a Formação, Autoformação e Qualificação de pessoas capazes de acolher demandas de sofrimento psíquico. Também será realizada a exposição de Ações que estão em curso na universidade e promovem integração, cultura e qualidade de vida.

 Estratégias voltadas para o ensino:

  • Publicizar as informações da pesquisa de caracterização institucional nos colegiados dos cursos de graduação
  • Cobrar posicionamento dos colegiados acerca das denúncias sobre a relação professor-aluno contidas na pesquisa de caracterização institucional
  • Repensar os currículos e planejamentos acadêmicos de modo a proporcionar mais tempo aos acadêmicos para cuidarem da sua saúde.
  • Identificar possíveis parceiros do Programa Mais Vida dentro dos colegiados.

 Estratégias de encaminhamento:

  • Articular ações em parceria com as redes municipais e estadual de Saúde Mental, de modo que os acadêmicos em sofrimento mental possam ser atendidos pelas equipes multidisciplinares

 Estratégias de valorização da UFT enquanto universidade pública e de qualidade:

  • Promover campanhas de valorização da imagem da UFT na comunidade universitária e também junto a comunidade externa.

Deixe seu comentário:

GPSWRFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoWELLBlog do Felipe de Sá