Basa campanha: MERCADOLÓGICA
teste
BRK AMBIENTAL/Campanha: Site Tocantins 2022 -Maio/Junho
Facebook
03/08/2022 - 17h15m

MISSÃO TÉCNICA

Senar Tocantins reúne grupo para conhecer novas tecnologias e boas práticas do leite no estado de Goiás

Ascom/Senar

Grupo de produtores de leite, técnicos e funcionários do Senar Tocantins em missão técnica ao Estado de Goiás (Foto: Divulgação)

O Senar Tocantins em parceria com o Sebrae reuniu um grupo de produtores de leite, técnicos e funcionários da área de assistência técnica e qualificação profissional rural do Senar para uma missão técnica ao Estado de Goiás.

Em quatro dias de viagem, o grupo vai conhecer experiências bem sucedidas no setor e participar do maior fórum de discussão do mercado leiteiro do país: o 20o. Interleite, que será realizado no centro de convenções em Goiânia.

EXPERIÊNCIA

No primeiro dia de visita ao estado goiano, a missão esteve na fazenda Santa Luiza, em Alexânia de Goiás. Recepcionados pelo sindicato rural do município, os participantes foram até a propriedade que é assistida pelo Senar e pelo Sebrae do estado.

Segundo um dos proprietários, Márcio Pereira Borges, a atividade leiteira faz parte da história da família desde 1979. Todo o trabalho era voltado pra produção de leite tipo C, que era vendida principalmente para laticínios da região. Mas a dois anos tudo mudou.

Em busca de uma melhoria na renda da atividade, a saída foi agregar valor à produção da fazenda. “A gente partiu pra produção de leite tipo A, de melhor qualidade, e passamos a produzir iogurte artesanal. Ao mesmo tempo melhoramos a genética do rebanho e o manejo dos animais e o resultado foi outro”, disse o produtor.

APRENDIZADO

Produtor de leite em Colméia, Reginaldo Soares de Melo gostou da experiência. “Muito boa essa oportunidade que o Senar está nos oferecendo e na volta pra casa já pretendo fazer algumas mudanças na minha produção”, destacou.

Outro produtor de Colméia, Sebastião Barbosa também ficou animado com o que viu. “O que vimos aqui serve de inspiração para nós produtores, sobretudo de Colméia, que tem um grande potencial para a atividade”, afirmou.

Para o técnico de campo, Paulo Henrique Soares, o case da Fazenda Santa Luiza serve para comprovar que a atividade leiteira pode ser lucrativa e proporcionar boa renda no campo. “Produzir o leite em geral não é problema, o gargalo está na comercialização para a maioria dos produtores e aqui vimos um exemplo de um que beneficiou sua produção e que está tendo ótimos ganhos com isso”, pontou.

Nos próximos dias os membros da missão do Senar e Sebrae vão acompanhar as palestras e debates do 20o. Interleite e encerrarão a missão em solo goiano com outra visita técnica.

Deixe seu comentário:

SenarcolcciClésioShop do BicoClínica AndréPraia do Pedral de PalmeirasAvecomA Fonte das LetrasGPS