Facebook
01/02/2019 - 22h41m

ABUSO E DESRESPEITO

Prefeito de Axixá deixa professores revoltados após reduzir progressões

Damião Castro, prefeito de Axixá do Tocantins

O prefeito de Axixá do Tocantins, Damião Castro, reduziu os percentuais das progressões pagas aos professores da rede municipal de ensino e deixou os docentes revoltados. Os percentuais estão previstos em lei e são pagos aos professores após conclusão de pós-graduação ou outro curso relacionado à área da educação.

Com a mudança, os professores que recebiam um percentual de 15% vão ter direito a apenas 5%, e aqueles que faziam jus a 8% ficarão apenas com 4%.

O Sindicato dos Servidores em Educação de Axixá repudiou a “atitude repugnante do atual prefeito, que insiste em reduzir o salário dos servidores, retirando os benefícios, direitos adquiridos por méritos”.

Conforme a presidente do sindicato, Luzanira F. Lima, a classe também vê a medida como 'abusiva e desrespeitosa’.

Segundo ela, o prefeito alegou que os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Dundeb) não são suficientes para o pagamento da folha dos professores.

No entanto, conforme Luzanira, vários servidores contratados têm seus salários pagos com esse recurso que é destinado especificamente para servidores que estão em atividade na educação.

Com 182 professores concursados, a presidente do sindicato acredita que o município não precisa de docentes contratados. “Basta esquecer a política partidária e focar de fato na educação dos nossos filhos e filhas”, finalizou.

Deixe seu comentário:



GPSWRFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoWELLBlog do Felipe de Sá