Aleto - CAMPANHA INSTITUCIONAL DEZEMBRO
Facebook
13/09/2021 - 19h35m

MIRACEMA

Posto que aumentou preço de todos os combustíveis é autuado pelo Procon-TO

Redação

Denúncia do aumento abusivo foi encaminhada por consumidores.

Posto em Miracema do Tocantins foi autuado pelo Procon pelos reajustes de preços em todos os combustíveis ( Foto: Divulgação/Procon)

O serviço de monitoramento e fiscalização do Procon Tocantins continua alerta sobre o reajuste de preços, principalmente dos combustíveis em todo o Estado. Nesta segunda-feira, 13, após denúncias serem encaminhadas pelos consumidores, o Procon Tocantins autuou um estabelecimento em Miracema do Tocantins.

O fornecedor reajustou os valores da gasolina comum elevando o preço de R$ 6,10 para R$ 6,40; da gasolina aditivada subindo de R$ 6,20 para R$ 6,56; do diesel S-500, com reajuste de R$ 4,65 para R$ 4,73; e diesel S-10 de R$ 4,65 para 4,76. Os preços de todos os combustíveis foram reajustados em R$ 0,30, R$ 0,36, R$ 0,08 e 0, 11, respectivamente.

Segundo o gerente de fiscalização do Procon Tocantins, Magno Silva, todas as autuações realizadas até o momento são legítimas. “Ao conferirmos as notas fiscais de compra do produto [notamos que] nenhum estabelecimento fez aquisição com reajuste. Então, vamos continuar vigilantes até que os fornecedores tenham entendimento sobre quando podem reajustar os preços de seus produtos”, explicou.

O gerente destacou mais uma vez a importância de o consumidor também fazer o seu papel de fiscalizador e, ao perceberem alguma irregularidade, levantar o máximo de provas como cupons e notas fiscais, fotos e áudios que possam ser utilizadas junto ao Procon.

Quanto ao estabelecimento autuado nesta segunda-feira, em Miracema, Magno Silva destacou que o posto não comprou combustível com reajuste, ao contrário, fez aquisição de combustíveis como a gasolina aditivada e diesel S/10 mais baratos.

Estamos incisivos no combate a essas irregularidades e queremos mais uma vez lembrar ao cidadão tocantinense que o papel do órgão de defesa do consumidor sempre foi legítimo e continuará, a fim de levar ao consumidor a máxima transparência nos preços do combustível e nos demais segmentos do comércio, em todo o Estado”, enfatizou o superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana.

A superintendência do Procon Tocantins, lembra, ainda, que as denúncias do cidadão são de suma importância, uma vez que a onda de reajustes que foi motivada pela paralisação dos caminhoneiros não pode servir para aumentos injustificados dos combustíveis.

Deixe seu comentário:

SENAC TO Campanha: SENAC SETEMBRO 20212ClésioClínica AndréAvecomA Fonte das LetrasGPS