Fenepalmas
BRK AMBIENTAL/Campanha: Site Tocantins 2022 -Maio/Junho
Facebook
04/05/2022 - 19h57m

TOCAIA

Operação no Pará prende suspeitos de matar homem que teve o corpo encontrado com várias marcas de tiros às margens da TO-164

Redação

Operação ocorreu em Marabá-PA e São Geraldo do Araguaia-PA. Vítima do homicídio foi encontrado às margens da TO-164, entre Xambioá a Araguanã.

Suspeitos presos durante a operação Tocaia (Foto: Dicom/SSP-TO)

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), deflagrou nesta quarta-feira, 4, no interior do Estado do Pará, a operação Tocaia, a qual resultou nas prisões de quatro pessoas suspeitas de envolvimento na morte de Antônio Renato da Silva, de 37 anos, o qual teve o corpo localizado às margens da TO-164, no último dia 21 de março.

A operação foi realizada por policiais civis da 22ª Delegacia de Xambioá, sob o comando do delegado-chefe da unidade, Márcio Lopes, e ocorreu nas cidades de Marabá e São Geraldo. As ações da 22ª DP foram realizadas em cooperação operacional com a Superintendência Regional da Polícia Civil de Marabá, Delegacia Polícia Civil de São Geraldo do Araguaia.

Durante os trabalhos policiais conjuntos foram dados cumprimento a quatro mandados de prisão temporária em desfavor de quatro indivíduos com idades de 25, 31, 32 e 40 anos, dentre eles um Policial Penal do Estado do Pará. Na ocasião, os policiais civis também cumpriram cinco mandados de busca e apreensão em locais onde os indivíduos estavam residindo.

No decorrer das buscas, também foi localizada uma arma de fogo, de fabricação artesanal, que pode ter sido utilizada na prática do homicídio. Segundo o delegado Márcio as investigações foram intensificadas no sentido de se apurar a motivação para o crime.

Encontro do corpo

No dia 21 de março de 2022, foi encontrado o corpo de um homem com várias marcas de tiros, em um matagal às margens da TO-164, que liga as cidades de Xambioá a Araguanã. Após o início das investigações, a Polícia Civil descobriu que se tratava de Antônio Renato da Silva. Em continuidade às investigações, as equipes da 22ª DP, conseguiram identificar fortes indícios das participações de quatro homens no crime, os quais tiveram as prisões temporárias decretadas pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Xambioá.

Arma de fogo encontrada durante as buscas (Foto: Dicom/SSP-TO)

Ação conjunta foi realizada pelas polícias civis do Tocantins e do Pará (Foto: Dicom/SSP-TO)

Deixe seu comentário:

ClésioClínica AndréAvecomA Fonte das LetrasGPS