Campanha PRESENÇA DIGITAL -AGOSTO
Facebook
02/09/2019 - 17h11m

AÇÃO DA POLÍCIA

Operação Cidade Blindada da PM inibe criminalidade na região do Bico

Redação

Abordagens na entrada de Aguiarnópolis

A quarta edição da “Operação Cidade Blindada”, realizada pela Polícia Militar no período de 29 de agosto a 1º de setembro, proporcionou ostensividade e prevenção aos municípios da região do Bico do Papagaio e região norte do estado. Ação foi desencadeada pelo 9º Batalhão da PM (sede em Araguatins), 2º Batalhão da PM (sede em Araguaína), e 5ª Companhia Independente da PM (sede em Tocantinópolis), e nas cidades que fazem parte da área destas unidades.

Abordagens noturnas em Augustinópolis

Por meio desta operação, a PM intensificou o policiamento com ações proativas através da realização de blitz, abordagens a pessoas, bloqueio e abordagens em rodovias, dentre outras. Durante a ação foram abordadas 551 pessoas suspeitas, 593 veículos, sendo confeccionadas 13 infrações de trânsito, além da remoção de dois veículos.

Equipes da CIOE, BPMA, BPMRED e BPChoque reforçaram Operação Cidade Blindada IV

Equipes do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária de Divisas (BPMRED), do Batalhão de Choque (BPCHOQUE) e o Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER) deram apoio a operação. A previsão é de que novas operações ocorram em datas futuras.

Para o comandante da PMTO, coronel Jaizon Veras Barbosa, essas ações tem surtido efeitos positivos, visto não terem ocorrido episódios de assaltos a bancos ou explosões de caixas eletrônicos no estado. Ele esclarece que a definição das áreas estratégicas tomou como referência a elevada circulação de dinheiro no início do mês, bem como foco na dissuasão de crimes contra instituições financeiras, recorrentes em outros estados da federação.

Efetivo em preleção na cidade de Tocantinópolis

A PM alcança mais um mês sem episódios de roubos a carros-fortes ou explosões a instituições financeiras. O trabalho preventivo e ostensivo, com abordagens e patrulhamentos rurais faz com que a modalidade conhecida como novo cangaço se torne cada vez mais inviável no Tocantins”, destacou coronel Jaizon.

Policiamento em Ananás e região

Deixe seu comentário:


senacGPSWRFarcom