CAMPANHA BOLETO BANCÁRIO
Facebook
14/08/2018 - 16h55m

EM ARAPOEMA

Homem foragido do Estado do Maranhão é preso após ameaçar matar a própria mulher e preparar cova para enterrá-la

Redação

Polícia Civil prendeu em Arapoema o homicida foragido do Estado do Maranhão

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por Intermédio da Delegacia de Arapoema efetuou, no final da manhã desta terça-feira (14), a prisão de Ildo Francisco de Viveiros, 34 anos de idade. Ele é acusado de ter praticado um homicídio, no Estado do Maranhão e foi capturado mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, quando estava em sua casa na cidade do norte do Estado.

Conforme o Delegado responsável pelo caso, no ano de 2015, Ildo matou sua companheira, Vera Lúcia Crispim dos Santos com golpes de foice enquanto a mesma dormia no quarto do casal. Ele também é suspeito de tentar abusar da filha de 11 (onze) anos no município de Paraibano-MA.

Segundo a Polícia Civil, ele teria agredido a própria mulher e preparado uma cova no fundo da casa deles para enterrá-la

Na época dos fatos, o indivíduo foi preso em flagrante no Estado do Maranhão, mas fugiu durante o dia arrebentando a porta da cela da Delegacia, escalando uma parede e abrindo o telhado. Atualmente, ele estava residindo no município de Arapoema-TO, onde agredia e ameaçava de morte sua atual companheira, tendo inclusive cavado a cova dela para enterrá-la depois que a matasse.

De posse da ordem judicial, a equipe da DP de Arapoema realizou buscas e diligências e conseguiu localizar o paradeiro do indivíduo e efetuar a prisão do mesmo. Ao ser preso, Ildo foi conduzido à sede da Delegacia local e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, foi recolhido a uma das celas da Cadeia Pública de Arapoema, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Deixe seu comentário:

9 Comentário(s)

  • Lurdinalva | 15/08/2018 | 15:04 Um cara como esse e pra viver só com pão e água e uma surra todos dias com cabo de aço pra tirar o demônio dele isso nem gente e. o estado tem q ver como um monturo de lixo. Ainda o direitos humano q é so bandido ver se ele está sofrendo. Esse direitos desumano e pra procurar e trabalhar pra sobreviveram. Não é gostando dinheiro do estado esse bando corruptos.
  • Laura Mesquita | 15/08/2018 | 09:32 É esse tipo de mau elemento que esses políticos safados querem que seja ressocializado em meio a sociedade? Um cara que abusa da propria filha não é nem gente. Ainda são contra pena de morte para um elemento desse! Mais eles preferem fazer leis que favorecem mais esses vagabundos, se mata um vagabundo desse o estado tem que indenizar a família deste vagabundo! Aí eu me pergunto as famílias das vítimas dele, receberam alguma coisa? Não! Pois em nosso país a corrupção fala mais alto, e o povo consistem em votar em vagabundo para nos representar.
  • joao | 15/08/2018 | 08:46 o que acham de nós tocar fogo nele em praça pública, pra servi de exemplos pros outros safados e covardes não agredir a coisa mais preciosa feita por Deus ( a mulher). pramim tudo ficou perfeito quanto por último Deus criou a mulher não existe coisa mais lindo nem mais belo que ela.
  • Miguel Goiano | 15/08/2018 | 08:20 Um elemento desse porte não poderá mais viver no meio social, de preferência acabar de vez com ele para não ficar gerando despesas aos cofres públicos.
  • Júlio | 15/08/2018 | 08:00 Bandido cruel maldoso
  • Júlio cesar | 15/08/2018 | 07:58 Este vagabundo não pode fica solto
  • andreia | 14/08/2018 | 22:09 tomare que apodreça por la imundo
  • Claudio Luis pereira pinto | 14/08/2018 | 21:59 Tem que capà e deixa servi os presos atè. Morre.
  • Norma Maria costa | 14/08/2018 | 20:53 Maldito infeliz tem que pagar pelo que fez
GPSWRFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoWELLBlog do Felipe de Sá