Basa campanha: MERCADOLÓGICA
teste
BRK AMBIENTAL/Campanha: Site Tocantins 2022 -Maio/Junho
Facebook
28/07/2022 - 16h26m

R$ 300 MIL

Governo do Tocantins paga insalubridade para profissionais da Saúde em regime de contrato

Redação

O montante de quase R$ 300 mil já foi efetivado na folha de pagamento deste mês.

Sede da Secretaria de Estado da Saúde (Foto: Divulgação/SES-TO)

Este mês os profissionais de saúde contratados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) receberam os valores relativos à insalubridade, um direito já pago aos profissionais efetivos, que agora foi estendido aos em regime de contrato. O montante de quase R$ 300 mil foi incorporado aos vencimentos dos profissionais, já os valores de adicional noturno serão incluídos na próxima folha de pagamento de acordo com as escalas apresentadas pelas unidades hospitalares.

Essa ação soma-se a outras que pretendem enfatizar a importância destes profissionais. Dentre elas, a continuidade a todos os contratos temporários da pandemia da Covid-19. A SES-TO absorveu em seu corpo técnico os 844 profissionais que trabalharam durante a pandemia nos leitos exclusivos para os pacientes acometidos pelo novo Coronavírus. “Todos esses profissionais continuarão a trabalhar em nossos hospitais, um reconhecimento pelo empenho no momento em que mais precisamos e por estarmos ampliando os serviços de saúde em todas as nossas unidades  e isso demandar mão de obra qualificada”, disse o secretário de Estado da Saúde, Afonso Piva de Santana.

A assistente social, Daiane Alves de Oliveira, que atua com contrato temporário no Hospital e Maternidade Dona Regina (HMDR), este mês já contabilizou o acréscimo no salário, fruto da incorporação da insalubridade em seus vencimentos. “O pagamento deste valor é o reconhecimento de um direito de todos os profissionais que atuam nos hospitais, nos dedicamos ao atendimento e sabemos dos riscos que temos no ambiente hospitalar”, disse.

Como solicitar

Para ter acesso ao pagamento de insalubridade, o profissional interessado deve procurar o departamento de Recursos Humanos da unidade onde é lotado e preencher o formulário de requerimento. Após isso, os hospitais encaminharão os documentos para análises das equipes da Superintendência de Gestão Profissional e Educação na Saúde, da SES-TO, e ao ser aprovado será lançado na próxima folha de pagamento.

Deixe seu comentário:

SenarcolcciClésioShop do BicoClínica AndréPraia do Pedral de PalmeirasAvecomA Fonte das LetrasGPS