Campanha Natal Cidade Encantada
Campanha: ENERGISA - WEB BANNER INSTITUCIONAL 2018
Facebook
22/11/2018 - 22h40m

GOVERNO DO TO

Governo diz que exonerações frequentes servem para economizar

Secretário da Administração comenta exonerações e diz que Estado pretende economizar

O governo do Tocantins informou que mais de mil servidores devem ser exonerados ou perder as funções até a próxima semana. Nesse período, cargos comissionados e funções gratificadas devem deixar de existir. O secretário de administração do Tocantins, Edson Cabral, disse que as exonerações estão acontecendo com a ajuda das próprias secretarias e que a ideia é economizar. "Cada um faz o seu esforço para que a gente encerre o mais breve possível essa primeira etapa", explicou.

Nesta primeira etapa de cortes, o Estado quer retitar 1,1 mil cargos comissionados e funções gratificadas. Cada pasta teve que apresentar uma lista de redução de 15% na quantidade de servidores.

A mudança deve gerar uma economia de cerca de R$ 4 milhões, mas o número não é suficiente. O valor menor que o necessário para que o Estado volte a ficar dentro do permitido pela lei com gastos de pessoal. O último relatório de setembro apontou que o Tocantins está gastando mais de 55% da receita líquida com o pagamento de funcionários. A lei permite até 49% de tudo que o governo arrecadar.

Segundo a secretaria de administração, atualmente a folha de pagamento custa R$337 milhões por mês. Do total, R$ 207 aos servidores concursados. O restante do dinheiro é para pagar servidores temporários e comissionados.

Segundo o secretário de administração, as reduções não devem ser prejudiciais."Nós precisamos fazer um esforço de uma economia de R$ 35 milhões com base na folha de setembro. É importante resaltar que estamos fazendo isso enxergando a função essencial de cada órgão", disse.

Deixe seu comentário:

Araguatins Fest Music 2018Black Friday GPSWRGPS OABFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoGPSWELLBlog do Felipe de Sá