ENERGISA campanha : WEB BANNER -PRESENÇA DIGITAL - PREMIO IASC
Facebook
29/03/2018 - 21h37m

ENERGISA

Energisa e MME inauguram obra do Luz para Todos no Quilombo Kalunga do Mimoso

Comunicação Energisa - ETO

A Energisa Tocantins e o Ministério de Minas e Energia inauguram no próximo dia 2 de abril, às 9h, a primeira fase da obra do Luz para Todos que atenderá o Kalunga do Mimoso, uma comunidade quilombola localizada a 120 km do município de Arraias, região Sudeste do Tocantins. O investimento de R$ 11,2 milhões na região atenderá 211 famílias ao longo de um traçado de 356 km de rede.

A inauguração será realizada em Arraias, na Creche Irmã Lucília, com a presença do ministro Fernando Coelho Filho, do presidente da Energisa Tocantins, Márcio Mário Zidan, diretor de Relações Institucionais da Energisa, Alankardek Moreira, senador Vicentinho Alves, e do prefeito de Arraias, Antonio Wagner Barbosa Gentil.

A obra faz parte da 6ª etapa do Programa Luz Para Todos no Tocantins, lançada em março de 2017. Nesta etapa, mais de 6.400 famílias serão beneficiadas com a chegada da energia elétrica em suas propriedades rurais, atendendo a cerca de 26 mil pessoas em todo o estado. Com energia em suas propriedades, essas famílias passam a ter acesso a maquinários que auxiliam na produção de alimento para animais, plantio em pequenas áreas, bombas para coleta de água e outros equipamentos que tornam o dia a dia no campo mais produtivo.

Luz para Todos

O Programa Luz para Todos, que tem como objetivo levar energia elétrica ao meio rural brasileiro, já beneficiou 3,3 milhões de famílias e cerca de 16 milhões de brasileiros, que passaram a dispor desse tão importante e essencial serviço público em suas residências. No estado de Tocantins, o Programa já atendeu 78 mil famílias, beneficiando cerca de 358 mil tocantinenses, com investimentos de R$ 788 milhões.

Em pesquisa realizada pelo Ministério de Minas Energia junto às famílias beneficiadas com a chegada da energia elétrica no País, foi constatado que além do crescimento vegetativo, normal em todas as comunidades, 4,9% do total de famílias pesquisadas que haviam abandonados suas terras rumo às cidades voltaram a residir no meio rural após a chegada da energia elétrica, numa inversão do fluxo migratório. Isso significa dizer que, num universo de mais de 3,3 milhões de atendimento, 165,3 mil famílias (ou aproximadamente 790 mil pessoas) retornaram para os sítios no campo.

O resultado da pesquisa também demonstrou que a chegada da energia modifica a vida de milhões de brasileiros. Um total de 93% dos entrevistados afirmaram que a qualidade de vida havia melhorado, 57% admitiram segurança na comunidade, 41,2% revelaram ter aumentado a renda familiar e 5% dos pesquisados declararam ter voltado a morar na zona rural após a chegada da energia elétrica.

Deixe seu comentário:

GPSWRFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoWELLBlog do Felipe de Sá