teste
BRK AMBIENTAL/Campanha: Site Tocantins 2022 -Maio/Junho
Facebook
04/06/2022 - 20h55m

LATROCÍNIO

Empresário de 23 anos é morto durante assalto em Imperatriz-MA; suspeito foi preso no local do crime

O latrocínio aconteceu nesta sexta-feira (3), no bairro Vila Cafeteira; o autor foi preso ainda no local do crime.

Suspeito de matar empresário em Imperatriz foi preso ainda no local do crime, por um sargento da PM, que estava de folga (Foto: Reprodução)

O empresário Edvaldo Laia Costa, de 23 anos, foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte), nesta sexta-feira (3), no bairro Vila Cafeteira, em Imperatriz-MA.

De acordo com a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), o suspeito foi identificado como Carlos Daniel Almeida Nascimento Soares, que foi preso em flagrante, após ser abordado pelo sargento Corrêa, do 14° Batalhão de Polícia Militar, comandante da Força Tática.

O suspeito teria chegado a uma loja de celulares, no qual a vítima era o proprietário, e anunciado o assalto. Edvaldo Laia reagiu ao assalto e foi baleado.

Edvaldo Laia não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do crime. Segundo a polícia, a loja onde o assalto aconteceu havia sido inaugurada há dois meses.

O criminoso chegou a tentar fugir do local, mas foi impedido pelo sargento Corrêa, que trafegava pela área na hora do crime.

Eu estava trafegando, em meu momento de folga, pela na avenida Liberdade no bairro Cafeteira, quando me deparei com estudantes e populares correndo, e o pessoal falando que estava havendo um assalto. Eu fui averiguar o caso e avistei o marginal efetuando o disparo contra a vítima, o empresário Edvaldo. E, diante disso, verbalizei com ele e disse para ele parar, que era a polícia. Quando ele ouviu minha ordem de parada, ele efetuou dois disparos contra mim e eu revidei a injusta agressão, efetuando dois disparos contra ele. Acuado, sem poder correr e sem munições, ele se jogou no chão e se entregou, e eu fiz a prisão dele. Em seguida, após ele preso, eu chamei a viatura para levar o autor do crime para a delegacia”, e relatou o comandante da Força Tática do 14º BPM.

Ainda segundo o sargento, depois de o criminoso ser preso, os populares ainda quiseram linchá-lo, mas foram impedidos pelos policiais do 14° BPM, que chegaram ao local e levaram o homem para a delegacia.

Os policiais também conseguiram recuperar a arma usada no crime, um revólver com cinco munições. O suspeito tem passagens pela polícia pelos crimes de roubo.

Deixe seu comentário:

Praia do Pedral de PalmeirasClésioClínica AndréAvecomA Fonte das LetrasGPS