Facebook
26/01/2019 - 18h25m

UM SEGUE FORAGIDO

Dois vereadores de Augustinópolis se apresentam à polícia

Dois dos três vereadores de Augustinópolis que estavam foragidos, se apresentam à Polícia

Dois vereadores de Augustinópolis que estavam foragidos se apresentaram à Polícia Civil. Wagner Mariano Uchôa Lima (MDB) e Edvan Neves Conceição (MDB) se entregaram entre a tarde e noite desta sexta-feira (25). Eles estão entre os dez vereadores da cidade que tiveram a prisão decretada por suspeita de envolvimento em um esquema de corrupção na Câmara de Vereadores. Agora, apenas um parlamentar segue foragido.

A operação Perfídia, que investiga cobrança de propina para aprovação de projetos da Prefeitura de Augustinópolis, começou na manhã de sexta-feira. Ao todo, a Justiça decretou a prisão temporária de dez dos 11 vereadores da cidade. Agora, apenas o vereador Antônio José Queiroz dos Santos (PSB) segue foragido.

O único parlamentar que não teve a prisão decretada foi o presidente da câmara. Ele afirmou que não sabia sobre o esquema.

Segundo a polícia, o grupo de vereadores chegava a receber R$ 40 mil por mês e a suspeita é de que houve um desvio de R$ 1,5 milhão em três anos.

Escutas telefônicas feitas com autorização judicial revelaram como funcionava o suposto esquema de corrupção. Os áudios mostram que os vereadores ficavam irritados quando a propina atrasava.

Além de determinar a prisão de dez vereadores, a Justiça determinou também o afastamento dos investigados por 180 dias. Com isso, os suplentes devem ser nomeados imediatamente para ocupar os cargos.

Deixe seu comentário:



GPSWRFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoWELLBlog do Felipe de Sá