Campanha PRESENÇA DIGITAL -AGOSTO
Facebook
30/01/2019 - 20h15m

NO BAIRRO BETÂNIA

Dois homens e uma mulher são presos após arrombar bar em Parauapebas-PA e roubar cachaça, cigarros e dinheiro

Trio preso no bairro Betânia por arrombar e furtar bar em Parauapebas-PA

Dois homens e uma mulher foram presos pela GU do sargento PM Evaldo e soldado PM Leitão, acusados de fazerem parte de um quinteto que arrombaram um bar em Parauapebas-PA, de onde levaram cachaça, cigarros e dinheiro.

De acordo com o sargento, sua guarnição chegou até o trio através de denúncia realizada por testemunha que acionou o Centro de Controle Operacional (CCO), que de imediato informou o caso para GU da área que se dirigiu ao logradouro flagrado um dos larápios ainda dentro do estabelecimento.

Ainda segundo o policial, o casal identificado por Mailton e Elaine foram pegos próximo ao local do crime, enquanto que Denis Santos foi preso dentro do bar.

Na delegacia a guarnição apresentou os larápios Denis Santos Bata, 19/12/91, Mailton Bezerra Soares 05/05/81 e Elaine Mota da Silva, 14/08/78.

O flagrante se deu por volta das 03h30, da manhã desta quarta-feira (30), após o trio ter na companhia de mais dois indivíduos não identificado praticado furto com arrombamento fazendo um arrastão no estabelecimento.

Na delegacia, além de 6 litros de cachaça Pirassununga "51", e dez carteiras de cigarros, a polícia também apresentou R$ 300 reais em espécie, em nota de dois reais, subtraídos da máquina de música do bar, que fica  localizado na rua Nova Conquista, número 454, bairro Betânia, esquina com a rua Apóstolo Paulo, em Parauapebas-PA.

Ainda de acordo o sargento, o trio já tem passagem pela polícia. Dênis Bata estava na condicional. De acordo com o dono do bar ele mora em  outro local e pela madrugada foi despertado por um vizinho lhe dando conta de que seu bar estava sendo arrombado por cinco pessoas. “Quando eu cheguei lá a polícia já havia pegado eles. Não sei se são os mesmos, mas meu bar foi furtado e roubado 6 vezes, não sei mais o que farei para evitar, quando não é furto é assalto”, se queixou a vitima. (Com informações de Caetano Silva)

Deixe seu comentário:


senacGPSWRFarcom