Campanha PRESENÇA DIGITAL -AGOSTO
Facebook
09/05/2019 - 10h06m

RECURSOS PARA IMPLANTAÇÃO

Deputado Jair Farias apoia projeto de ambulatório apresentado por estudantes de Medicina da UFT

Ascom / Deputado Jair Farias

O deputado Jair Farias (MDB) recebeu na tarde desta quarta-feira, dia 8, uma comissão de estudantes de Medicina da Universidade Federal do Tocantins (UFT), juntamente com o reitor da universidade, Luís Eduardo Bovolato e o vice-coordenador do curso de Medicina, Anderson Barbosa Baptista, que foram apresentar um projeto dos alunos para implantação de um ambulatório provisório nas dependências da universidade. De acordo com o reitor, a proposta é instalar o ambulatório em um espaço no bloco da reitoria, com atendimento em seis especialidades.

O reitor explicou que o ambulatório funcionará de forma provisória, enquanto não sai a construção do ambulatório de especialidades, que funcionará anexa à estrutura do Hospital Universitário (HU), cuja obra não foi iniciada devido ao corte do governo federal nos recursos extra orçamentários em 2018, através de decreto. Segundo Luís Eduardo Bovolato, caso não tivesse ocorrido o corte, a obra já teria sido iniciada, uma vez que a licitação chegou ser feita, mas antes que o contrato com a empresa vencedora fosse assinado o governo federal bloqueou os recursos no valor aproximado de R$ 140 milhões.

Depois disso, a universidade conseguiu junto à bancada federal tocantinense o valor de R$ 12,2 milhões para a construção do ambulatório de especialidades, mas o valor está contingenciado, sendo aguardada o desbloqueio. “Assim que o valor for liberado para a universidade, vamos divulgar o edital de licitação, a fim de construir o ambulatório”, ressaltou Bovolato. Jair Farias se colocou à disposição para colaborar em uma ação junto à bancada federal para que os recursos sejam liberados.

Além de desafogar o atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Hospital Geral de Palmas (HGP), a ideia é usar o ambulatório provisório como campo de estratégia e prática pelos estudantes de Medicina. Os alunos ressaltam que o atendimento será feito pelos professores. “Todos mestres e doutores”, destacou o estudante Henrique Santana. Segundo ele, o paciente chega a esperar dias para ter acesso a uma consulta com um especialista quando se trata de atendimento eletivo. “Vamos atender parte dessas pessoas no ambulatório”, ressalta Henrique.

A estimativa é que sejam necessários em torno de R$ 800 mil para adaptação do espaço na reitoria e aquisição de alguns equipamentos. “A estrutura existe, e só adaptar”, frisou o estudante Gabriel Meirelles, destacando que além das seis salas de atendimento, haverá uma sala de recepção e triagem. A ideia é oferecer atendimento nas especialidades de: Ginecologia, Cirurgia Ambulatorial, Cardiologia, Endocrinologia, Dermatologia e Pneumologia. O atendimento será destinado à população universitária, servidores bem como à comunidade em geral. “Esse ambulatório terá um importante papel não só no preparo dos estudantes como no atendimento que será oferecido aos pacientes”, destaca o estudante Daniel Mariano.

Por considerar a proposta de muita relevância, Jair Farias levou o grupo ao gabinete do presidente da Assembleia Legislativa (AL), deputado Antônio Andrade (PHS), juntamente com o deputado Júnior Geo (PROS), que também está apoiando o projeto. Andrade sugeriu que o projeto seja apresentado aos demais deputados para que juntos possam destinar os recursos necessários para implantação do ambulatório. Também foi ventilada a ideia de levar o projeto ao conhecimento do governador Mauro Carlesse (PHS), a fim de que o governo possa agilizar a liberação das emendas destinadas à obra, já que as demandas da saúde representam o maior gargalo do governo. Jair Farias entende que o município de Palmas também deve ser procurado para parceria na obra.

Após a reunião na Presidência, Jair Farias acompanhou a comissão de alunos, reitor e vice-coordenador de Medicina ao gabinete do deputado Zé Roberto (PT), para apresentação do projeto. Zé Roberto também se comprometeu a destinar emenda para o ambulatório. Os demais deputados serão sondados a apoiar o projeto. Embora a maioria dos deputados já não disponha de emendas para este ano, a expectativa é que possam dispor recursos das emendas para o ano que vem. “Estamos confiantes que vamos conseguir os recursos para viabilizar o ambulatório”, considerou o estudante Gustavo da Silva Farias ao final das reuniões.  “Nossa principal bandeira é a saúde e não podemos deixar de apoiar um projeto tão importante que une saúde e educação”, frisou Jair Farias. 

Deixe seu comentário:


senacGPSWRFarcom