Facebook
02/08/2018 - 08h33m

PELA POLÍCIA CIVIL DO TO

Cirurgião dentista que reside no Pará e ex-noiva são indiciados por estelionato em Araguaína

Redação

Cirurgião dentista reside na cidade de Canaã dos Carajás-PA

Thiago Silva Rocha, de 33 anos, e sua ex-noiva, Lorraime de Ferreira da Silva, de 27, foram indiciados pela Polícia Civil do Estado do Tocantins, por crime de estelionato aplicado em Araguaína. Thiago Silva, que é cirurgião dentista residente no Pará, município de Canaã dos Carajás, realizava procedimentos estéticos em Araguaína, mas de acordo com o relato da Secretaria de Segurança Pública (SSP-TO), ele realizou apenas parte do serviço e, em posse do pagamento integral, não retornou ao município do norte tocantinense para finalizar os procedimentos.

O inquérito foi apurado pelo delegado Luiz Gonzaga da Silva Neto, da 2ª Delegacia de Polícia Civil, que apresentou o caso ao Poder Judiciário.

A SSP-TO conta que Thiago anunciou a prestação de serviços de correção facial (botox e preenchimento), sendo contratado pelas vítimas. O cirurgião denstista realizou parte dos serviços e, já estando com todo o dinheiro repassado pelas vítimas, prometeu retornar a Araguaína para finalizar os procedimentos, mas nunca voltou.

Conforme conversas realizadas através do aplicativo Whatsapp e analisadas durante o inquérito, o dentista sempre postergava a ida até Araguaína apresentando motivos diversos para não comparecer e finalizar os procedimentos.

As investigações da Polícia Civil apontaram que Thiago era auxiliado nos procedimentos de aplicação de botox e preenchimento facial por Lorraime Ferreira, sua ex-noiva. De acordo com a SSP-TO, ela figura como beneficiária dos pagamentos realizados pelas vítimas através de cartão de crédito.

Se condenados, os dois podem receber uma pena de até cinco anos de prisão.

Deixe seu comentário:

Cabaré do BregaBlack Friday GPSWRGPS OABFarcomShop do BicoSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoGPSWELL