Facebook
26/11/2016 - 02h09m

BARATAS PELA COZINHA

Churrascaria do cantor Marrone em Goiânia é interditada pela Vigilância Sanitária

A churrascaria Favo de Mel, de propriedade do cantor Marrone, da dupla com Bruno, foi interditada pela Vigilância Sanitária nesta sexta-feira, 25. Segundo a coordenadora de fiscalização de alimentos da Vigilância Sanitária de Goiânia, Tânia Agostinho, no estabelecimento, localizado no Setor Sul, foram constatadas diversas irregularidades. A churrascaria sequer possui alvará de funcionamento desde sua inauguração, em novembro de 2015.

Tânia relatou que a fiscalização teve início na quinta-feira, 24, mas só foi concluída ontem. “Verificamos que a situação sanitária deles é muito precária, muito ruim, as estruturas físicas não são adequadas”, diz, relatando problemas de iluminação, ventilação e no acondicionamento do lixo. Durante a fiscalização, até mesmo baratas vivas foram vistas pela cozinha da churrascaria.

Na quinta-feira, cerca de 100 quilos de produtos impróprios para o consumo foram apreendidos no local. “Havia sobras, produtos sem identificação ou mal acondicionados, além de alimentos vencidos”, conta Tânia. “O estabelecimento não atende as boas práticas nem tem estrutura física adequada”, resume.

Além do Favo de Mel, outro estabelecimento interditado pela Vigilância Sanitária foi o Peixinho, localizado no Setor Marista. Tradicional na cidade, o restaurante estava, segundo avaliação feita por Tânia, em péssimas condições sanitárias.

“Nós já havíamos intimado eles várias vezes para corrigirem as irregularidades, que são muito sérias. Desta vez tivemos que interditar”, afirma a coordenadora. “Tinha barata para todo lado, esgoto, mal cheiro. Uma situação grave, muito grave mesmo”, ressalta.

A fiscalização no local resultou na apreensão de 96 quilos de produtos impróprios para o consumo. Da mesma forma que no Favo de Mel, eles estavam foram do prazo de validade, mal acondicionados e, alguns, sem identificação.

Agora, para que voltem a funcionar, os estabelecimentos deverão fazer o mínimo das adequações exigidas pela Vigilância Sanitária. Os proprietários dos estabelecimentos também foram multados – o valor será determinado pelo departamento jurídico da Secretaria Municipal de Saúde, de acordo com as infrações registradas.

A gerência do Favo de Mel informou que não vai se manifestar por enquanto. A reportagem tentou contato com o Peixinho, mas as ligações não foram atendidas. (mais goiás noticias)

Deixe seu comentário:

WRGpsFarcomSucesso FMBAUVereador Professor Júnior GeoGPSWELLBlog do Felipe de Sá