Campanha PRESENÇA DIGITAL -AGOSTO
Facebook
17/01/2017 - 17h52m

SAÚDE

ARAGUATINS: Prefeitura emite Comunicado sobre ocorrência de malária no município

A prefeitura municipal de Araguatins por meio da secretaria municipal de saúde emite comunicado à população à respeito da ocorrência de malária no município.

Confira abaixo o comunicado na íntegra:

                                                           ESTADO DO TOCANTINS

                                          PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAGUATINS

                                            SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

                                                   VIGILÂNCIA EM SAÚDE

                                                VIGILÂNCIA EPIDEMIÓLOGICA

 

                                                                    COMUNICADO

A Secretaria Municipal de Saúde por meio da Vigilância Epidemiológica do Município de Araguatins,“COMUNICA” a toda população “OCORRENCIA DE MALÁRIA” do tipo Plasmodium vivax que é a forma mais leve da doença.

A Secretária Municipal de Saúde a Dr, Edina Veloso instituiu uma equipe técnica do Município que já estar monitorando e investigando a origem do local provável da infecção desses pacientes, até o momento foram 20 (vinte) casos suspeitos notificados entre os dias 11 e 16 de janeiro deste ano, desses, 09 (nove) foram confirmados, 11 (onze) descartados,dos 09(noves) confirmados, 02 (dois) foram importados do Estado do Pará, já os outros 07 (sete), foram concluídos como casos infectados em Araguatins oriundos dos 02 (dois) casos do Pará conforme acima ciado.

Data

Casos

Notificados

Casos Confirmados

Casos com LPI

em Araguatins

Casos

Descartados

Casos

Importados

Casos em

Investigação

11/01/17

06

06

05

00

01

00

12/01/17

10

03

02

07

01

00

13/01/17

00

00

00

00

00

00

14/01/17

04

00

00

04

00

00

15/01/17

00

00

00

00

00

00

16/01/17

00

00

00

00

00

04

total

20

09

07

11

02

04

           

 

 

 

 

 

 

Atualizado as 18:00 de 16/01/2007               *LPI – Local Provável de Infecção.

Considera se casos uspeito toda pessoa que seja residente ou que tenha se deslocado para área onde haja transmissão de malária como (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará, Mato Grosso, Roraima e Rondônia), incluindo, o Tocantins nos 30 dias anteriores à data dos primeiros sintomas, e que apresente febre acompanhada ou não dos seguintes sintomas: dor de cabeça, calafrios, sudorese, tremores, cansaço e dor muscular, devem procurar imediatamente o posto de saúde mais próximo ou o Hospital Municipal.

Todos os casos estão sendo acompanhados e tratados conforme o protocolo do Ministério da Saúde.

Algumas ações já foram desencadeadas:

  1. Notificação e investigação epidemiológica;
  2. Busca ativa e coleta de dados para triagem epidemiológica de casos sintomáticos febris, bem como, detecção de assintomáticos que estiveram emáreas de infecção;
  3. Mapeamento dos casos confirmados;
  4. Monitoramento diário de todos os casos confirmados;
  5. Providenciar estoque de medicamento, Insumos, materiais e equipamentos para o controle vetorial;
  6. Realização de borrifação residual intra domiciliar;
  7. Boletim Diário informativo.

 

Equipe Técnica:

  • Paulo de Tarcy – Laboratórista e Agente de Campo.
  • José Garcias Pereira Neto – Laboratorista.
  • Luzanira Laurindo Pereira – Laboratorista.
  • José Ribamar Pereira – Agente de Campo.
  • João Sobrinho Lessa – Agente de Campo.
  • Luyla Miranda Rocha – Coordenadora de Vigilância Epidemiológica.
  • José Hélio Silva – Diretor de Vigilância em Saúde.

 

 

Araguatins em 16 de janeiro de 2017.

 

Deixe seu comentário:


senacGPSWRFarcom