Campanha PRESENÇA DIGITAL -AGOSTO
Facebook
30/07/2019 - 00h49m

REENCONTRO

Após 61 anos, residente da Casa do Idoso de Gurupi retornará para a família

Secom Gurupi

João Batista Morais de Souza, de 77 anos, foi acolhido na Casa do Idoso de Gurupi em 2014, mas desde os 16 anos de idade que está longe da sua família. Após muitos esforços da equipe da Casa para encontrar seus parentes juntamente com entidades parceiras e comunidade local, ele estará se despedindo da instituição e retornando para seus familiares no Estado do Rio Grande do Norte nesta próxima quinta-feira, 1º de agosto.

Durante esse período, João Batista recebeu todo o cuidado e atenção necessária que a Casa do Idoso oferece: alimentação, remédios, atendimento e acompanhamento médico eE de enfermagem, bem como outras necessidades, com toda uma equipe multidisciplinar a disposição. A Casa do idoso pertence a Secretaria do Trabalho, Assistência Social e Proteção à Mulher, da Prefeitura de Gurupi.

Familiares de João Batista foram encontrados após a equipe da Casa do Idoso ter buscado meios de obter informações no Cartório Eleitoral de Gurupi e divulgação em redes sociais e outros meios de comunicação. A equipe entrou em contato com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Souza-PB, onde foi indicada uma rádio bem conhecida na cidade para ser feito um anúncio. Após o anúncio, uma sobrinha de João Batista foi comunicada por conhecidos em Paraná-RN, do paradeiro do seu tio. Então, o irmão dele chamado Francisco também ficou sabendo que João Batista está em Gurupi. Com isso, foi feito o contato entre a Casa do Idoso e os familiares para viabilizar o retorno dele e o reencontro.

Antes de estar abrigado na Casa do Idoso, João Batista encontrava-se em uma barraca de lona e papelão no quintal de uma residência cedida por uma família do Setor Waldir Lins. Em 2014 ele foi acolhido e diariamente João Batista manifestava desejo de deixar o abrigo para retornar para casa e rever a família, foi quando a equipe empenhou em encontrar algum familiar, uma vez que aqui em Gurupi ele não teria condições de viver fora do abrigo sem nenhum familiar ou conhecido para dar assistência.

João Batista chegou a Gurupi vindo do Estado de Minas Gerais, mas sempre disse que era de Campina Grande-PB. Já se completaram 61 anos em que ele saiu de casa. Os pais já faleceram, mas ainda tem cinco irmãos vivos. Relatos dos seus familiares contam que a mãe de João Batista faleceu aos 98 anos de idade e que todos os dias ela pedia pelo filho dela, pois seu sonho era revê-lo.

Quem irá leva-lo será um casal de amigos da Coordenadora da Cada do idoso, Keila Poletto, chamados Marcos e Flávia, que se sensibilizaram com a história e se prontificaram de forma espontânea para levar João Batista em Paraná (RN).

Nos prontificamos de coração a levá-lo. Acho muito doloroso uma pessoa ficar longe da família. Acho que é o mínimo que eu posso fazer, tentar ajudar. Sou um amigo da Casa do Idoso e essa é uma missão que minha esposa e eu cumpriremos”, declarou Marcos Teixeira.

A história do seu João Batista nos traz muita alegria. Depois de tanta procura tivemos êxito e agora o seu João terá a felicidade de reencontrar a sua família. Esse é um momento muito especial na Casa do Idoso porque estamos dando um outro destino para o seu João, o de poder voltar para o seio de sua família”, disse a coordenadora da Casa do Idoso, Keila Poletto.

Para o secretário do Trabalho Assistência Social e Proteção à Mulher, Dida Moreira, é uma vitória de todos os envolvidos o retorno de João Batista para sua família. “Para toda a equipe da Casa do Idoso, da Secretaria do Trabalho e Assistência Social da Prefeitura de Gurupi e da sociedade que contribuiu para que esse retorno pudesse acontecer é uma vitória. Espero que essa história linda sirva de inspiração para outras famílias”, afirmou.

Estou muito contente, pois estou voltando para a minha terra, para o meu povo. Muito obrigado”, externou o seu João Batista.

Deixe seu comentário:


senacGPSWRFarcom