Facebook
02/05/2018 - 09h47m

UFT

Turnê musical do projeto Ventos do Norte percorrerá os câmpus de Tocantinópolis, Gurupi, Miracema e Palmas

Redação

Na foto os professores José Jarbas e Anderson Brasil no estúdio de audiovisual da UFT

O Projeto Ventos do Norte percorrerá os câmpus de Tocantinópolis, Gurupi, Miracema e Palmas fazendo apresentações musicais. A turnê que começará por Gurupi terá início nesta quarta-feira, 02, e segue até o dia 18 de maio, com encerramento em Tocantinópolis. A ação é promovida pela Diretoria de Cultura, da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (Proex), e resultado da pesquisa feita pelo cantor e compositor Anderson Brasil, em parceria com o educador, músico e musicólogo, José Jarbas Ruas. Ambos artistas são professores da Universidade Federal do Tocantins (UFT), do colegiado de Educação no Campo, em Tocantinópolis.

Anderson conta que entre as propostas do curso de Educação no Campo está a de trabalhar com as minorias e as populações tradicionais. Durantes suas viagens no Estado do Tocantins e por meio de interações com alunos de culturas e regiões diferentes, como Maranhão e Piauí, e acadêmicos indígenas, surgiu à necessidade de retratar musicalmente alguns contextos. “Assim nasceram algumas músicas que falam de indígenas, dos rios, etc. Aí foi quando eu mostrei para o Jarbas uma música que se chama ventos do norte que fala do rio, do vento que aqui sopra diferente do que sopra no resto do Brasil. Nisso, o Jarbas propôs de fazermos um projeto com essas canções”, relatou.

Sobre as canções Jarbas diz: “Anderson me vendeu a ideia e me comprou pelo ouvido! (risos). As melodias e harmonias mostram um refinamento criterioso por parte dele. Os arranjos deram um certo trabalho. Juntar dois violões em um arranjo é uma tarefa que exigiu bastante dedicação e experimentação. Reforço  as canções são muito bonitas; de repente você se pega cantarolando uma delas”, destacou o professor acrescentando que viu a oportunidade de colocar o projeto em prática quando a Proex lançou um edital. “Quando o edital Circularte da PROEX saiu no final do ano passado, encaminhei para o Anderson e perguntei: e aí, vamos tocar o ‘Ventos do Norte’? O edital previa que as canções apresentadas fossem autorais”.

Sobre a forma como foram selecionadas as canções que vão compor a trilha sonora da turnê dos artistas, Anderson Brasil diz que foi pensado em 10 músicas que atendesse não só a parte musical, mas que tivesse texto que se aproximasse mais com poesia. “Tem músicas que faço referências à nostalgia, ao ufanismo ou com figuras de linguagens e também tem outras letras que homenageiam o nordestino, o boi-bumbá, a mulher nordestina. E aí a gente foi concebendo a trama das 10 canções que basicamente retratam esses elementos”, frisou.

Jarbas destaca que todas as canções deste projeto são de autoria do Anderson e que algumas dessas canções são frutos de pesquisas de campo e eventos que são realizados no curso de graduação Educação do Campo, Câmpus de Tocantinópolis.

A mensagem do projeto é trazer aos olhos e ouvidos do público o quão preciosa são as manifestações musicais e culturais que fazem parte do nosso cotidiano. “As canções do projeto traduzem temas da cultura das regiões norte e nordeste; personagens do folclore brasileiro, como o boi bumbá e o saci foram homenageados em duas belíssimas canções. O projeto é destinado a toda a comunidade acadêmica e externa a universidade que aprecia música brasileira”, informou Jarbas.

Cronograma das apresentações:

Câmpus de Gurupi: 02 de maio, no prédio do anfiteatro;

Câmpus de Miracema: 03 de maio, no auditório do Câmpus;

Câmpus de Palmas: 04 de maio, no auditório do Bloco IV (reitoria);

Câmpus de Tocantinópolis: 18 de maio, no auditório do Câmpus.

Deixe seu comentário:

Campanha ESSE PODER É NOSSOWRGPSFarcomGPSVereador Professor Júnior GeoSucesso FMBAU(REDE SOCIAL - PORTAL MUSIC)WELLBlog do Felipe de Sá