Banco da Amazônia campanha institucional
Facebook
23/11/2016 - 15h53m

30 TÉCNICOS DAS REGIONAIS DE ARAGUATINS, ARAGUAÍNA, MIRACEMA E PARAÍSO

Ruraltins mobiliza técnicos para atuarem nas cadeias produtivas do arroz e do feijão

Redação

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) promove nesta quinta e sexta-feira, 24 e 25, nas cidades de Guaraí e Barrolândia, respectivamente, uma mobilização com os técnicos que irão atuar no projeto de Boas Práticas Agrícolas nas Culturas de Arroz, Feijão e Mandioca. Ao todo, serão selecionados cerca de 30 técnicos das regionais do Ruraltins de Araguatins, Araguaína, Miracema e Paraíso para participarem do projeto e da implantação de 30 URTs, que servirão de vitrines para a difusão das tecnologias aplicadas nas culturas do arroz, do feijão e da mandioca.

O projeto, com duração de três anos, tem o objetivo de fortalecer essas cadeias produtivas, multiplicando as melhores práticas, em busca do aumento da produtividade, dessas culturas consideradas as mais tradicionais e com grande potencial de desenvolvimento no Estado.  Segundo a engenheira agrônoma, Geane Rodrigues, a mobilização em Guaraí é destinada aos técnicos dos municípios que compõem a regional do Ruraltins em Miracema; e em Barrolândia, aos profissionais da regional de Paraiso.  “Nessa mobilização vamos apresentar, de forma geral, o projeto e os parceiros de execução, fazer um nivelamento das informações, e ainda, falar sobre a responsabilidade do Ruraltins na implantação das Unidades de Referências Tecnológicas [URTs] e da capacitação dos técnicos nas três cadeias produtivas”, disse a engenheira agrônoma.

Ainda de acordo com Geane Rodrigues, os técnicos selecionados serão capacitados com aulas teóricas, por meio de seis módulos presenciais, e prática, com a implantação das unidades de referências. “Os módulos da capacitação continuada serão de acordo com as demandas levantadas pelos técnicos e terão início previsto para o dia 16 de dezembro”, acrescentou a engenheira.

O projeto conta ainda com seis dias de campo que irão acontecer nas URTs e, ao final dos três anos de execução, será publicado o resultado das ações.

Parceiros

São parceiros na execução do projeto de Apoio ao Desenvolvimento de Boas Práticas Agrícolas nas Culturas de Arroz, Feijão e Mandioca, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), a Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

 

Deixe seu comentário:

Campanha: NOVO JEITO   ALjrrocha alGPSarmazém paraíbavalériaBAUSucesso FMDudu a Fora