Facebook
01/12/2017 - 17h16m

THE ASTROPHYSICAL JOURNAL

Pesquisa de servidor do IFTO de Araguatins resulta em publicação de trabalho na principal revista do mundo na área de Astronomia e Astrofísica

As pesquisas do servidor do Campus Araguatins, do Instituto Federal do Tocantins, Fredson de Araujo Vasconcelos, doutor em Física e Astronomia, rendeu mais um artigo internacional (Qualis A1) para a unidade de ensino.

Os resultados desta pesquisa realizada por Fredson Vasconcelos, juntamente a outros pesquisadores do Brasil e da França, foram publicados na última quinta-feira, 30 de novembro de 2017, na revista The Astrophysical Journal-ApJ, ISSN nº 0004-637X, sob o título ENERGETIC PROCESSING OF N2:CH4 ICES EMPLOYING X-RAYS AND SWIFT IONS: IMPLICATIONS FOR ICY BODIES IN THE OUTER SOLAR SYSTEM.

The Astrophysical Journal é a principal revista do mundo dedicadaao desenvolvimento, descobertas e teorias recentes no campo de Astronomia e Astrofísica. Este periódico é classificado como A1 no QUALIS/CAPES, na área de Física e Astronomia.

A pesquisa publicada trata de uma simulação experimental dos efeitos físico-químicos induzidos por radiação solar/interestelar e raios cósmicos ocorrendo nas superfícies/atmosferas de luas e planetas do Sistema Solar (Plutão, Titã, Encélados, etc), bem como em outros corpos astronômicos, tais como cometas, onde foram confirmados gelos de nitrogênio molecular (N2) e metano (CH4), bem como outras espécies em menor abundância (por exemplo, NH3, CO2, H2O).

Os experimentos foram realizados em dois grandes laboratórios, no Brasil e na França. O experimento no Brasil utilizou a câmara experimental do Laboratório de Astroquímica e Astrobiologia da Univap (LASA/UNIVAP), acoplada à linha de luz SGM do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron/Centro Nacional de Pesquisas em Energia e Materiais (LNLS/CNPEM), em Campinas, SP. Na França, os experimentos aconteceram no laboratório Grand Accélérateur National d'Ions Lourds (GANIL), contando com o apoio da FAPESP e da CAPES-Cofecub.

Dentre os principais resultados desses experimentos estão a formação de novas moléculas, entre elas HCN, C2H4, C2H6, N3, óxidos de nitrogênio, tais como NO, NO2 e N2O, bem como a produção de CO, HNCO, entre outras espécies moleculares.Este estudo reforça a ideia de que tais processos físico-químicos desencadeados por esses agentes ionizantes em gelos ricos em nitrogênio e metano podem desempenhar um papel importante na formação de moléculas, incluindo espécies precursores prébióticas em ambientes astrofísicos, tais como os do Sistema Solar exterior. Esta pesquisa, portanto, é também de grande interesse no campo da Astrobiologia, que estuda a vida no Universo, sua origem, distribuição, evolução e futuro. A publicação pode ser consultada no endereço: https://doi.org/10.3847/1538-4357/aa965f

Deixe seu comentário:

2 Comentário(s)

  • José Felipe | 04/12/2017 | 12:14 Parabéns ao professor e ao IFTO pelo incentivo a pesquisa.
  • Francisco | 04/12/2017 | 10:16 É bom ver trabalho desta magnitude sendo desenvolvido por um profissional do IFTO Campus Araguatins. O Fredson está realmente de parabéns por seu trabalho.
Vereador Professor Júnior GeoRocha Natal2000 Locações e Transportesrocha al(REDE SOCIAL - PORTAL MUSIC)GPSBAUvalériaSucesso FMBlog do Felipe de Sáarmazém paraíbaDudu a Fora