kitnets
Facebook
31/10/2016 - 17h34m

EM PALMAS

Família acampa em cemitério para que prefeitura desaproprie terreno

G1 TO

Família acampa em cemitério (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Uma família entrou na Justiça para que a Prefeitura de Palmas desaproprie uma área que está sendo usada pelo cemitério Jardim da Paz, construído há mais de 10 anos. Os Alencar afirmam ser donos do terreno onde estão enterrados mais de 7 mil corpos. A família alega que o espaço nunca foi regularizado e que agora a prefeitura está invadindo mais uma área para ampliar o local.

Segundo a família, a prefeitura tirou a cerca que delimitava o espaço do cemitério e avançou. Mais de 400 pessoas já foram enterradas na área, mas os Alencar só perceberam quase um ano depois. Isso porque de acordo com eles, a frente do local não tinha sido desmatada e os sepultamentos começaram no fundo do lugar.

A família fez uma nova cerca e interditou a área. "Enquanto não houver uma negociação com o prefeito, não enterra mais", afirma um dos membros da família, Jânio Alencar.

Além de cercar e impedir novos sepultamentos, a família decidiu acampar ao lado do cemitério. Na porta foi colocado um banner com a escritura do terreno.

"Já ajuizamos uma ação de interdito proibitório pedindo a indenização da área esbulhada. Já tem cerca de 400 sepultamentos e o restante da área que a gente delimitou com cerca, estamos evitando que a invasão avance além dessa cerca", explica o advogado Arruda Alencar.

Em nota, a Prefeitura de Palmas informou que está analisando a documentação da área e que vai tomar as medidas necessárias assim que terminar a análise.

Deixe seu comentário:

jrarmazém paraíbarocha alGPSvalériaBAUSucesso FMDudu a Fora