Energisa é o que liga site
Campanha INTERNET 75 ANOS - AC- TO - AM
Facebook
12/06/2017 - 16h31m

ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA

ESPERANTINA: EFA participa de reunião do Fórum Estadual de Educação do Campo do Tocantins

Redação

Com o intuito de promover um espaço de diálogo entre as organizações e entidades que atuam na temática Educação do Campo, a Escola Família Agrícola (EFA) de Esperantina, participou neste sábado, 10, de uma reunião do Fórum Estadual de Educação do Campo do Tocantins, no Centro de Direitos Humanos (CDH), em Palmas. Durante a reunião foram debatidos a avaliação dos cursos de Educação do Campo da UFT, a construção de uma proposta de especialização para professores do Campo, o fortalecimento das Escolas Famílias Agrícolas (EFA) dentre outros assuntos sobre a Educação do Campo.

O professor da UFT, Maciel Cover, que integra a comissão organizadora, ressaltou a importância do evento. “A partir dessa reunião além de somar as forças dos atores sociais que atuam com a educação do campo, também compartilharmos experiências pedagógicas para obtermos resultados positivos”, explana.

O evento foi promovido por diversas entidades, em parceria: Universidade Federal do Tocantins (UFT); Escolas Famílias Agrícolas (EFA), das cidades de Esperantina, Colinas, Porto Nacional e São Salvador; Movimento dos Atingidos por Barragens; Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST); Alternativas para Pequena Agricultura no Tocantins (APA-TO); e Coordenação Estadual das Comunidades Quilombolas do Tocantins (Coeqto). Também esteve presentes representantes das áreas de Educação do Campo e Educação Quilombola, da Secretaria da Educação (Seduc).

Livro

O evento também contou com o lançamento do livro “Educação, artes e formação”, produzido pelos professores e professoras do curso de Educação do Campo com habilitação em Artes e Música, do Câmpus de Tocantinópolis.

A obra, que é uma publicação da Editora Universitária (EdUFT), registra os resultados de pesquisas realizadas pelos docentes sobre a articulação das práticas artísticas com questões vinculadas à realidade camponesa.

O professor Cícero da Silva é o organizador da obra e autor de um dos capítulos. Ele destaca que o livro é resultado de pesquisas desenvolvidas sobre Educação do Campo/Pedagogia de Alternância, Artes e Formação Docente. "Especialmente a respeito das experiências dos autores na formação inicial de docentes no curso de Licenciatura em Educação do Campo com habilitação em Artes e Música da UFT em Tocantinópolis", pontuou.

Da e/d, José Jarbas Pinheiro Ruas Junior, Maciel Cover, Marcus Fachin Bonilla, Mara Pereira da Silva, Rosa Ana Gubert, e Ubiratan Francisco de Oliveira. Abaixados estão Cássia Ferreira Miranda e Cícero da Silva

 

A obra tem capítulos escritos pelos docentes Cícero da Silva, Rejane Cleide Medeiros de Almeida, Helena Quirino Porto Aires, Cássia Ferreira Miranda, Maciel Cover, Ubiratan Francisco de Oliveira, Sidinei Esteves de Oliveira de Jesus, Rosa Ana Guvert, Gustavo Cunha de Araújo, Leon de Paula, Marcus Facchin Bonilla, Mara Pereira da Silva, José Jarbas Pinheiro Ruas Júnior e Anderson Fabrício Andrade Brasil.

O livro também foi lançado em Tocantinópolis, durante a realização da III Jornada pela Reforma Agrária, realizada esta semana no Câmpus da cidade. Ainda conforme Silva, a obra também apresenta reflexões sobre a relação da Educação do Campo com as questões agrárias e os movimentos sociais na construção coletiva de identidades dos povos do campo. "Esses povos lutam por uma vida digna no campo com educação, saúde, terra e renda para viver. Portanto, a obra traz trabalhos que projetam elementos e os atores sociais que estão engajados na construçaõ da Educação do Campo", disse.

Deixe seu comentário:

Campanha Institucional Web banner Parte III - Veiculaçãojr(REDE SOCIAL - PORTAL MUSIC)rocha alFesta AugustinópolisBlog do Felipe de SáGPSvalériaBAUarmazém paraíbaSucesso FMDudu a Fora