Facebook
09/02/2018 - 15h16m

EM PALMAS

Ao som de marchinhas e forró, Baile de Carnaval dos Idosos anima foliões da terceira Idade

Secom Palmas

Cores, animação e alegria não faltaram na 3ª edição do Baile de Carnaval dos Idosos, realizado nesta quinta-feira, 08, no Parque da Pessoa Idosa, com o tema: Carnaval – 100% alegria. Participaram da folia cerca de 700 idosos atendidos pelas equipes do Parque da Pessoa Idosa e de fortalecimento de vínculos da assistência social e dos sete Centros de Referência da Assistência Social (Cras) da Capital. Sem perder o fôlego, os idosos dançaram e se divertiram muito ao som de marchinhas carnavalescas e forró, comandados pela banda Noite de Estrela e do safoneiro Marcilon.

Com fantasias elaboradas, roupas e chapéus coloridos, os idosos curtiram o baile que começou ainda de dia, às 17 horas, e seguiu durante a noite. O casal de aposentados Maria Ivone de Andrade Alves, 68 anos, e Manoel Alves Ferreira, de 78 anos, caiu na folia e contagiou os demais presentes no baile. “A gente se conheceu no Cras da Arno 43 há oito anos, casamos e desde lá participamos de todas as festas dos idosos. Não poderíamos perder esse baile animado. Escolhemos nossas roupas e o pessoal do Cras nos deu essas máscaras coloridas”, contou Manoel.

Já o idoso de 67 anos, Mauro de Sousa Lima, não deixou de participar do baile, apesar de estar na cadeira de rodas, devido a uma complicação de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Com um grande sorriso no rosto, afirmou que estava gostando muito da festa. “Ele fica ansioso em casa, mas quando falei do Baile de Carnaval, ele ficou bem feliz, tomou um banho, se perfumou e viemos pra festa”, disse a filha do aposentado, Maria Bonfim Cavalcante, que aproveitou para levar toda a família para a folia.

E para quem acha que a idade é limitadora de diversão, o aposentado Marcionílio Francisco dos Santos, de 85 anos, deu um exemplo de superação e animação. “Coloquei minha gravata colorida e vim cair na folia. O carnaval deixa a pessoa mais feliz e ativa e ainda nos faz relembrar nossa juventude”, disse. Não muito diferente, o idoso Agostinho Quintinho Batista, 75 anos, ressaltou que carnaval é interação de todas as idades. “Não tem idade e nem melancolia, é uma festa que nos tira do sedentarismo e nos deixa muito feliz. É gratificante saber que o Parque do Idoso prepara esses momentos pra nós”, disse.

E foi vendo a felicidade e animação da terceira idade, que o secretário de Desenvolvimento Social, José Geraldo, falou da gratificação e certeza da vida ativa dos idosos da Capital. “A pessoa a partir dos 60 anos tem muito a nos ensinar e contribuir para uma sociedade melhor. O Parque da Pessoa Idosa foi construído com amor e carinho e cada dia mais o idoso palmense está entendendo que aqui é a casa dele, onde ele pode não só confraternizar, mas no dia a dia participar de muitas atividades”, ressaltou.

A gerente do Parque da Pessoa Idosa, Silvanete Mota, reforçou que o baile foi um momento de socialização entre os idosos e também um resgate daquilo que eles viveram enquanto jovem. “Vitalidade eles têm e muito, por isso é uma satisfação ver que estamos acertando no trabalho, pois sabemos que é colocando o idoso em atividades físicas para que ele saia de casa e tenha qualidade de vida. Muitas famílias ainda não têm essa percepção do que é uma pessoa da terceira idade na sociedade. Mas aqui eles fazem fisioterapia, capoeira, massagem e muito mais”, concluiu.

Deixe seu comentário:

SAC PROATIVOVereador Professor Júnior Georocha alWELLRocha NatalGPS(REDE SOCIAL - PORTAL MUSIC)2000 Locações e TransportesSucesso FMBAUBlog do Felipe de Sáarmazém paraíbaDudu a Fora