Facebook
29/12/2017 - 19h23m

SEDUC DESCENTRALIZADA

Ao percorrer 2 Regionais do Bico, Educação promove aproximação a diretores escolares, gestores municipais e estudantes

Redação

No final de junho, Araguatins foi a primeira Regional do Bico do Papagaio a receber a equipe gestora da Seduc (Foto: Márcio Vieira)

Visando promover a aproximação da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) com as escolas da rede estadual de ensino e as Diretorias Regionais de Educação (DRE), o grupo gestor da Pasta realizou em junho deste ano, uma série de reuniões de trabalho nas sedes das 2 regionais de Educação do Bico do Papagaio. A iniciativa, denominada Seduc Descentralizada, proporcionou ao grupo gestor da Pasta um conhecimento aprofundado sobre a realidade de cada uma das unidades de ensino. Ao longo de 2017 o diagnóstico contínuo vem sendo utilizado para aperfeiçoar a Proposta Pedagógica e como embasamento para o Planejamento das ações de 2018.

Durante esses encontros, foram realizados atendimentos aos técnicos das DRE, diretores e coordenadores pedagógicos das escolas, além de reuniões com estudantes e professores. Prefeitos e gestores educacionais dos municípios também foram ouvidos, reforçando as parcerias entre o Governo do Estado os municípios, tendo em vista o desenvolvimento da educação tocantinense.

Segundo a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, professora Wanessa Zavarese Sechim, o objetivo desta ação da Seduc é ter um retorno do trabalho que vem sendo realizado, ao mesmo tempo em que abre espaço para que os profissionais que atuam na educação do Tocantins façam sugestões, propostas e avaliem a gestão da Seduc. “Esse processo de escuta é muito importante para a Educação também avaliar, repensar, rever, reprogramar, junto com quem faz verdadeiramente a educação, que é a escola, que é o professor”, reforçou a secretária.

A aproximação da gestão central às escolas, alunos e professores é uma orientação do Governo do Estado, como ferramenta da política pública de fortalecimento da educação tocantinense. “Essa foi uma orientação do governador Marcelo Miranda. Ele quer que a gente percorra escolas, regionais, que eu converse com professores, coordenadores, diretores, alunos. A partir desse retorno, toda a gestão poderá repensar e aprimorar as políticas educacionais para que elas atendam às demandas da comunidade”, concluiu.

No final de junho, a Seduc Descentralizada chegou à região do Bico do Papagaio. Na Regional de Araguatins, representando os servidores, o diretor da DRE, Paulon Miranda, destacou a importância dos trabalhos realizados pelo grupo gestor da Seduc. Para ele, o fato de a gestão estadual sair dos gabinetes da Seduc e ir até as escolas valoriza o trabalho realizado onde a educação realmente acontece. “Essas visitas às Regionais são de grande valia para todos, pois os servidores se sentem valorizados quando a secretária vem até a regional. Isso fortalece a educação pública do nosso Estado”, frisou.

Na Regional de Tocantinópolis apresentações culturais abriram o encontro com os diretores das escolas (Foto: Márcio Vieira)

Na sequência, a equipe da Seduc seguiu para a DRE de Tocantinópolis, onde foram realizados três dias de atendimentos. Para o diretor regional de Educação, Dorismar Carvalho, além de promover a reflexão sobre a Proposta Pedagógica, a aproximação da gestão estadual às escolas “gera um sentimento de reconhecimento e valorização, pois mostra o interesse de que está no centro das decisões em ouvir quem está na sala de aula. Essa postura e a proposta vêm ao encontro dos anseios da comunidade escolar e, certamente, tem contribuído para melhorar a educação e a aprendizagem nas escolas”, ponderou.

Durante os trabalhos, a professora Wanessa falou sobre a administração da Educação estadual. “Foi desafiador assumir essa Pasta tripla, temos trabalhado muito, ouvindo a comunidade escolar, fazendo diagnósticos reais, propondo mudanças e monitorando constantemente para levar um ensino melhor para os alunos da rede estadual. Tem sido gratificante ver os resultados começarem a aparecer. Nosso foco é o aprendizado do aluno e, por isso, estamos fazendo essa força-tarefa para atender todas as regionais e unidades de ensino individualmente, porque é na escola que o processo ensino aprendizagem acontece efetivamente”, frisou.

Os prefeitos e gestores municipais de Educação tiveram um espaço reservado em todas as edições da Seduc Descentralizada. O objetivo é fortalecer as parcerias entre as redes, com foco na qualidade do ensino ofertado nas escolas públicas do Tocantins.  Dentre as ações conjuntas entre o Governo do Estado e as prefeituras municipais no âmbito da educação, estão questões relacionadas ao transporte escolar e programas educacionais, como os desenvolvidos em parceria com o Instituto Ayrton Senna (IAS), como o Acelera Brasil, o Circuito Campeão e o Se Liga.

Os alunos comemoraram as novas possibilidades de aprovação na rede estadual, inseridas no Regimento Escolar a partir de 2017 e aprovadas pelo Conselho Estadual de Educação. Agora, os alunos passam a ter direito a fazer recuperação ao final do ano, caso não atinjam a média de aprovação, que permanece sendo 7,0. Até então, o Tocantins era o único estado que não oferecia essa possibilidade.

Outra mudança beneficia os estudantes da 3ª série do ensino médio, que terão a chance de utilizar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para conseguir a aprovação pela escola, observando a nota mínima de 450 pontos em cada área de conhecimento e pelo menos 500 pontos na redação.

Depois da maratona de encontros com os envolvidos no processo ensino aprendizagem na educação básica tocantinense, a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes garante que as contribuições de todas as regionais colaboraram com o planejamento educacional.  “Ação da Seduc Descentralizada foi profundamente enriquecedora para nossa gestão. A nossa avaliação foi muito boa, pudemos ouvir as sugestões, os anseios de cada localidade, com suas peculiaridades, dando abertura para que todos pudessem se manifestar. Nossa gestão tem essa característica de ser participativa. Todas essas experiências e informações foram fundamentais para o planejamento das ações para o próximo ano”, conclui a professora Wanessa Zavarese Sechim.

Deixe seu comentário:

Vereador Professor Júnior GeoRocha Natal2000 Locações e Transportesrocha al(REDE SOCIAL - PORTAL MUSIC)GPSBAUvalériaSucesso FMBlog do Felipe de Sáarmazém paraíbaDudu a Fora